quinta-feira, 25 de julho de 2013

Igreja ora por missionários presos no Togo

Divulgação
Neste sábado, 27, a Igreja Adventista em todo o mundo estará unida em oração pelo pastor Antonio Monteiro e pelo empresário Bruno Amah. Nessa data, se completam 500 dias de prisão - 500 dias de injustiça desde que os missionários foram detidos no Togo por conspiração de assassinatos, acusados de integrar uma suposta rede de tráfico de sangue. 

Uma busca policial foi feita na casa do pastor e na sede local da igreja, mas nenhuma prova foi localizada. Se a Igreja conseguir um milhão de assinaturas, enviará esses dados para o governo do Togo solicitando a libertação dos dois adventistas. Deixe sua assinatura no site www.pray4togo.com. [Com informações da Divisão Sul-Americana]

Nenhum comentário:

Postar um comentário