quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Das pegadas do Mestre

Reprodução
Certa vez, recebi um folheto com o seguinte texto: “Uma noite eu tive um sonho... Sonhei que estava andando na praia com o Senhor e, através do céu, passavam cenas da minha vida. Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia, um era meu e outro do Senhor Jesus. Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes no caminho da vida havia apenas um par de pegadas. Percebi também que isto aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. 

Isso me aborreceu, então perguntei ao meu Senhor: ‘Tu me disseste que uma vez que resolvi Te seguir, Tu andarias sempre comigo, em todo o meu caminho. Mas notei que, durante as maiores tribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque nas horas em que eu mais necessitava de Ti, tu me deixaste’. O Senhor me respondeu: ‘meu precioso filho, Eu te amo e jamais te deixaria nas horas de tua prova e de teu sofrimento. Quando vistes na areia apenas um par de pegadas, foi exatamente aí que Eu te carreguei nos braços”.

Em nossa vida, os acontecimentos apresentam-se como ciclos. Não que vivamos exatamente as mesmas coisas em certos períodos, mas que visualizamos sempre as pegadas do passado pelo qual percorremos. Seja pra refazer algo deixado para trás, seja pelo fato de que somos obrigados a estar ali. O maior ensinamento é: quando olharmos para o passado, sejamos capazes de ver o quanto Deus cuidou de nós. “Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres”, Salmos 126:3. Que sejamos capazes de reconhecer que o Senhor sempre estará conosco nos momentos difíceis, basta aceitá-Lo, segui-Lo e, de todo coração, amá-Lo. Alegremo-nos no Senhor sempre!

Silanio Pereira é membro da igreja de Boa Viagem. Contato: silanio@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário