sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Felicidade

Reprodução
Essa semana li uma frase, que me parece ser uma letra de música, em que o autor diz: “Ser feliz é simples. Difícil é ser tão simples”. Além de bonito e poético, é também um pensamento intrigante, do nosso ponto de vista “terrestre”. Sim, porque sabemos o quanto os livros de autoajuda, as correntes filosóficas e os mais variados formadores de opinião gostam de vender essa ideia da felicidade. 

Daí fiquei me perguntando qual seria o ponto de vista cristão para vivermos o que se pode chamar de felicidade aqui na Terra. Me lembrei de versos como: “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida...” (João 14:6), “Mas para mim, feliz é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor...” (Salmos 73:28) e de tantos outros versos que nos transmitem essa maravilhosa mensagem – a de que Cristo é a fonte da verdadeira felicidade, ao confiarmos no nosso Pai Celeste temos verdadeira paz e amar um Deus tão bom é maravilhoso. 

Todas essas palavras – paz, caminho, verdade, confiança, fé, amor, certeza – devem ser sinônimos de felicidade para nós, porque no Céu isso será rotina (uma rotina muito boa, por sinal), mas aqui onde estamos hoje, precisamos exercitar todo dia essa sensação, sermos mais otimistas, rir mais, valorizar pequenas coisas e transformar momentos simples em especiais, desejar bom dia no elevador, brincar com uma criança... Pois somos responsáveis por levar isso às pessoas também, porque o cristão é feliz, sim. E os que estão ao nosso redor, quer seja na faculdade, no trabalho, na vizinhança, verão isso tão intrínseco em nós que ficarão no mínimo curiosos. Ser feliz faz parte do nosso testemunho. Vamos buscar essa simplicidade em ser feliz por aqui enquanto não estamos no Céu. E quando chegarmos lá, aí sim experimentaremos o que é a verdadeira e plena felicidade. 

Marianna Pontual é analista de Recursos Humanos e membro da igreja de Boa Viagem. Contato: marianna.all@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário