quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

A atitude alerta*

Reprodução
O diretor tinha acabado de chegar à empresa depois de uma reunião com um cliente. Tinha pressa em encaminhar as providências; afinal, o cliente em primeiro lugar. Quando, vindo do estacionamento, entrou no hall do prédio, viu que um dos elevadores tinha acabado de chegar. Só havia uma pessoa esperando, um estagiário. Correu, chegou a levantar o braço, mas não deu tempo. O rapaz entrou e as portas se fecharam antes de o diretor tocá-las. 

Quis o destino que o jovem desatento fosse encarregado por seu chefe de levar um documento para ser assinado pelo diretor, e este, claro, não perdeu a oportunidade. Depois de assinar o documento, disse: 
- Escuta aqui. Por que você não segurou a porta do elevador para mim hoje de manhã?

- Ah, desculpe. É que não vi o senhor, simplesmente não percebi. Senão eu teria segurado a porta. O senhor não acha que eu fiz de propósito, não é mesmo? (disse o estagiário) 

- Se eu achasse você já estaria no olho da rua. Não estou questionando sua educação, e sim sua falta de percepção. Uma das qualidades mais apreciadas nas empresas é a atenção aos detalhes, completou o diretor. 

Essa história pode servir de alerta para nós, cristãos. Todos os dias inúmeras oportunidades passam a nossa frente. Oportunidades de agir em benefício do próximo, de testemunhar e falar de Jesus. Devemos estar atentos e prontos para fazer o nosso papel, preste atenção no que acontece a seu redor. 

*Texto adaptado da Revista Você S/A, dezembro de 2013

Fábio Godoy é administrador e, na igreja de Boa Viagem, líder da Sonoplastia. Contato: fabiogodoy@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário