quinta-feira, 30 de abril de 2015

Me ajude a acreditar

Reprodução
Durante quase 10 anos a cantora e compositora Nichole Nordeman foi a poetiza angustiada da música cristã, colocando em suas canções, com franqueza desconcertante e beleza pulsante, os medos, as dúvidas e as noites em claro de quem se aventura no caminho estreito. No final da minha adolescência, acabei usando as composições de Nordeman como uma válvula de escape para meus próprios conflitos. Quando a cantora anunciou que pararia de gravar para se dedicar aos filhos, deixou muita gente sem voz. Semana passada fui surpreendido por uma grande notícia: Nordeman lançará um álbum esse ano. Foi o que eu precisava para voltar a escutar suas poesias e me deparar com uma que fala especialmente a esses dias:

“Me leve de volta para a época em que eu tinha oito ou nove anos e eu acreditava. Que Cristo andou sobre as águas azuis e se Ele quisesse, eu poderia andar também, se eu acreditasse. Quero voltar para aquele tempo antes que as racionalizações, análises e o pensamento sistêmico roubassem de mim a doce simplicidade. Quando as maravilhas e os mistérios de Deus eram mais frequentes nos meus sonhos e nas minhas fantasias de criança. Me ajude a acreditar, porque eu não quero perder nenhum milagre”.

Quem conhece a obra de Nichole certamente sabe que ela não estava fazendo apologia à ignorância teológica. Ela na verdade estava fundindo e contextualizando três versos bíblicos em sua música: 1 Coríntios 3:19, Mateus 11:25 e Eclesiastes 12:12 e 13 (vou deixar você procurar). Desde que revisitei esta canção e estes versos, esta tem sido minha oração: - Senhor, que eu nunca perca a curiosidade pelas coisas que tu nos revelaste e que minha fé seja sempre firme, simples e apaixonada, como a de uma criança. Me ajude a crer, porque eu não quero perder nenhum milagre. Amém.

Ângelo Bernardes é professor e publicitário e, na igreja de Boa Viagem, líder dos Adolescentes. Contato: angelobmb@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário