quinta-feira, 2 de julho de 2015

Hora certa

Reprodução
Todo bom empreendedor tem que saber o tempo certo de entrar e de sair de um negócio, evitando prejuízos. Com a crise que toma o País, também fui atingido por esta. As pessoas estavam deixando de fazer suas refeições no meu restaurante para aprontar em casa e levar ao trabalho. 

Assim veio a triste necessidade de repassar o ponto. Anunciara de várias formas, em sites de venda, sites de relacionamento social, entre amigos... Enfim, precisava vendê-lo. Meu irmão ofereceu a um colega de faculdade. Fechamos negócio. Faltando um dia para o pagamento, o rapaz desistiu. 

Conversando com o meu contador, ele informou-me que um amigo estava interessado em comprar um restaurante e prontamente me passou seu contato. Contatei-o e, após algumas conversas, acertamos o valor. Este logo se propôs a pagá-lo, contudo, dividido em várias parcelas. Como já estava tendo prejuízo, pensei seriamente em fechar o contrato. Entretanto, o melhor estava por vir. Oramos a Deus, minha família e eu, pedindo que nos respondesse e enviasse o melhor, e em troca fiz um pacto com Ele. 

Deus providenciou tudo. Recebi uma ligação de um senhor que tinha acabado de ver o anúncio em um site, estava interessado e queria ver o local. Animado, gostou do que viu e já fomos pormenorizando o contrato de repasse. 

Na hora certa Deus respondeu às orações e fechamos o contrato com este senhor, e o melhor, vendi a um preço maior que o oferecido inicialmente e pago com mais de 60% do valor à vista. Não devemos nos desesperar em meio à tempestade, Deus sabe o momento certo de agir. “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á”, Mateus 7:7. 

Leandro Alves é contabilista e, na igreja de Boa Viagem, integra a direção de Sonoplastia. Contato: leandro_henrique_alves@live.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário