quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Sinais do fim

Reprodução
Ao acordar para ir à igreja há 15 dias, rapidamente abri o Twitter e me deparei com os versos de Mateus 24:7-8, que dizem: “Nação se levantará contra nação, e reino contra reino. Haverá fomes e terremotos em vários lugares. Tudo isso será o início das dores”. Nosso costume de ler alguns versículos bíblicos sem trazê-los à realidade nos leva a uma leitura rápida, sem uma profunda compreensão do que aquele trecho bíblico quer nos dizer. 

Porém, aquela leitura breve, de apenas dois versículos, me pegou de surpresa, e me fez refletir sobre o quão breve está o dia em que Jesus voltará para nos buscar. A semana havia sido muito intensa. As notícias nos jornais deixavam claro um mundo em sofrimento. 

E, pela primeira vez, vi a mensagem daquele verso de maneira tão real. Uma barragem rompida em Minas Gerais, ceifando vidas e destruindo quilômetros por onde a lama tóxica passou. Pessoas perdendo suas casas, em completo estado de necessidade, perdendo entes queridos. 

Alguns dias depois, as notícias incessáveis sobre os ataques furiosos do Estado Islâmico em Paris, onde centenas de pessoas foram mortas, além das centenas que morrem todos os dias ao redor do mundo pelos grupos extremistas. Ainda, um forte terremoto atingindo a região Norte do Brasil. 

Os dias estão contados, e perto está o dia em que nossos olhos verão Aquele que prometeu que voltaria para nos tirar desse mundo em sofrimento. Precisamos compartilhar Sua mensagem de amor, nos preparando para a chegada dAquele que tira toda a nossa angústia e dor. Será que esses acontecimentos estão nos alertando, ou simplesmente estamos nos acostumando com eles? “Assim, vocês também precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam”, Mateus 24:43. 

Priscila Serbim é advogada e membro da igreja de Boa Viagem. Contato: priscilaserbim@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário