quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Em primeiro lugar

Reprodução
O ser humano naturalmente busca a felicidade. Quando acorda cedo e já tem em mente os planos para o dia, onde cada atitude é voltada para alcançar seus objetivos. E por trás de tudo isso demonstra uma clara verdade “quero ser feliz”, não há nada de errado nisso. Muito pelo contrário, uma vida sem sonhos e metas é uma vida sem sentido. 

Mas quando voltamos às nossas origens e entendemos que saímos das mãos de um Criador, nossa mente é condicionada a nunca esquecer que longe dEle não seremos felizes. Todas as nossas atitudes são assim, baseadas a esperar as bênçãos e a aprovação do nosso Deus. Foi sabiamente que Jesus Cristo nos deixou uma orientação, na qual nossa felicidade estaria ligada ao “Buscai, assim em primeiro lugar, o reino de Deus e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”, Mateus 6:33. 

Esse verso bíblico, naturalmente, leva-nos a imaginarmos o início do nosso dia, orando e lendo a palavra de Deus. Claro, isso precisa ser feito. Mas quando analisamos nossa vida, concluímos que em tudo o reino de Deus deve ser buscado em primeiro lugar; no casamento, no trabalho, no lazer, em nossas amizades e também em nossas metas e objetivos de vida. 

Jesus sabiamente deixou esse verso, pois sabia que o ser humano tem uma forte tendência de achar que pode ir sozinho. Quero deixar essa reflexão: como está sendo nossa busca pela felicidade? Será que nossas atitudes não estão, às vezes, disfarçadas inconscientemente de uma certa independência e falta de confiança nas providencias divinas? Será que elas nos fazem esquecer de buscar em primeiro lugar o Seu reino? 

No início de uma nova semana, saia em busca dos seus sonhos, não poupe esforços, acorde cedo, lute. Mas não se esqueça: “Buscai, assim em primeiro lugar, o reino de Deus e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. 

Samuel Brito é formado em Administração e, na igreja de Boa Viagem, atua no Diaconato e na Tesouraria. Contato: samuelbritogomes@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário