quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Preguem o evangelho

Reprodução
Há algum tempo atrás, em um dia comum de trabalho como fisioterapeuta no Núcleo de Assistência à Saúde da Família (NASF) de Abreu e Lima, comecei a fazer meus atendimentos domiciliares a alguns pacientes acamados.

Ao chegar a uma determinada casa, logo observei um altar repleto de velas acesas para um santo. Me dirigi até o quarto da paciente e, ao entrar, encontrei uma senhora deitada sobre a cama com uma grave doença. Ao me ver, exclamou: “Eu estava aqui rezando desesperada por ajuda, foi meu santo que enviou o senhor para me ajudar”.

Naquele momento eu refleti no quanto o mundo está clamando por ajuda e buscando-a em todos os lugares e pessoas. Procuram na medicina, em livros de autoajuda e até mesmo imagens sem vida, enquanto nós que conhecemos a mensagem de esperança nos calamos.

Muitos de nós nunca compartilhamos com outras pessoas as boas novas de esperança que carregamos conosco. E com isso corremos risco de sermos mais um ser humano derrotado por Satanás. Se olharmos para os perdidos sem a paixão necessária, não desfrutaremos das bênçãos de cumprir a missão que nos foi confiada por Jesus quando Ele disse: “Vão pelo mundo e preguem o evangelho a todas as pessoas, quem crer e for batizado será salvo”, Marcos 16:15-16.

Hoje é o momento de buscarmos aqueles a quem o Senhor deixou por nossa responsabilidade. O serviço abnegado e sem interesse constitui uma fonte primária para o crescimento da igreja. Não através de transferências, mas através de novas almas. Quando nos entregamos com paixão e serviço, o Espírito Santo nos usa como instrumentos para salvar o perdido.

Está você disposto a cumprir sua missão? Está apaixonado pelos perdidos? Disposto a servir por eles? Se permitindo ser usado pelo Espírito Santo? Está na hora de levantarmos dos bancos e espalharmos a esperança em Cristo Jesus.

Igor Lopes é fisioterapeuta e membro da igreja de Boa Viagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário