quinta-feira, 8 de junho de 2017

Conhecimento e prática

Reprodução
“E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos”, Tiago 1:22.

Trago para a reflexão de hoje essas duas palavras: ortodoxia e ortopraxia. Continue lendo, pois, o conceito cristão de ambas são interessantes para a compreensão do texto citado logo acima.

O estudo etimológico destas palavras nos revela que: Orto (correto) e Doxia (verdade ou verdadeiro louvor). Portanto, ortodoxia seria um sinônimo de crença correta ou sã doutrina. Já o termo ortopraxia - Orto (correto) e Praxia (prática) - seria sinônimo de prática correta. Resumindo: ortodoxia é o que cremos e ortopraxia é o que praticamos.

Um dos grandes problemas do mundo evangélico tem relação com aquilo que é pregado, ou seja, com a ortodoxia. O que quero dizer com isso? Cada dia que passa grande parte das igrejas se distanciam cada vez mais do puro evangelho. Na verdade, esse fato foi antecipadamente denunciado pelo apóstolo: "Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se à fábulas", 2º Timóteo 4:3-4.


Viver correndo atrás de falsas doutrinas é algo terrível, e com certeza está fora de nossas intenções. No entanto, o que dizer quando temos uma ortodoxia correta, uma mensagem pura, avaliada como “o evangelho eterno” (Apocalipse 14:6), e somos falhos na ortopraxia dessa mensagem? Isso é no mínimo desastroso. Mais do que conhecedores da sã doutrina, Deus nos chama para experimentá-la.

Importa também sabermos que o segredo para uma vida cristã frutífera e de prática saudável é estarmos ligados a Jesus, a Videira Verdadeira (João 15:5,6). Agradeçamos a Deus pela verdade a nós revelada e peçamos poder para sermos ouvintes e praticantes.

Edimir Maciel é pastor e líder da igreja de Boa Viagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário